Topo
Miguel Arcanjo

Miguel Arcanjo

Categorias

Histórico

Veja bastidores da estreia de Roda Viva, peça do Oficina 50 anos depois

Miguel Arcanjo Prado

07/12/2018 17h54

Zé Celso celebra estreia de "Roda Viva" no Sesc Pompeia 50 anos depois da montagem histórica do texto de Chico Buarque – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

A histórica peça "Roda Viva", de Chico Buarque e sob direção de Zé Celso, volta ao cartaz 50 anos depois de sua estreia histórica em 1968 pelo Teat(r)o Oficina, grupo que completa 60 anos de trajetória, o que o faz o mais longevo do Brasil.

O Blog do Arcanjo no UOL esteve na disputada estreia no Teatro do Sesc Pompeia na noite desta quinta (6) e mostra com exclusividade quem esteve na plateia nas fotos de Jennifer Glass, atuadora-fotógrafa oficial do Oficina.

Leia também a crítica: Zé Celso devora Xuxa e mata o mito em Roda Viva 50 anos depois.

"Roda Viva" fica no Sesc Pompeia até este domingo (9). Depois, reestreia dia 23 de dezembro no Teat(r)o Oficina, na rua Jaceguai, 520, no Bixiga, onde cumpre temporada até 10 de fevereiro de 2019. Já "O Rei da Vela", outra lendária peça cinquentenária do Oficina, tem suas últimas apresentações entre 14 e 16 de dezembro no Auditório Ibirapuera.

Zé Celso no camarim do Sesc Pompeia pouco antes da estreia de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

A atriz Danielle Rosa faz sua maquiagem antes da estreia de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

O ator Cyro Morais brinca no espelho do camarim do Sesc Pompeia pouco antes de estrear "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Felipe Wircker, assistente da direção de cena, pouco antes da estreia de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Carila Matzenbacher, uma das responsáveis pela arquitetura cênica e direção de arte de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

O diretor Zé Celso e o ator Marcelo Dalourzi no camarim do Sesc Pompeia pouco antes da estreia de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

O diretor de cena do Oficina Otto Barros prepara o Sesc Pompeia para a estreia de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Fernando Haddad faz selfies com o público de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

O jornalista Caco Barcellos assistiu "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

O político e professor universitário Fernando Haddad conversa com o cineasta do Oficina Igor Marotti após ver "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Eduardo Suplicy também foi conferir a nova versão de "Roda Viva" e cumprimentou Zé Celso – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Os políticos Fernando Haddad e Gabriel Chalita assistiram lado a lado ao espetáculo "Roda Viva", do Oficina, no Sesc Pompeia – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Ao fim da peça, Fernando Haddad se jogou no meio da multidão de "Roda Viva" – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Os artistas do Oficina abraçam o público após estrear "Roda Viva" no Sesc Pompeia; em primeiro plano, o ator Tony Reis abraça uma espectadora – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Eduardo Suplicy fez questão de discursar ao fim da peça, manifestando seu apoio a Zé Celso e ao histórico de 60 anos do Teat(r)o Oficina, lembrando que este é o grupo teatral mais importante do Brasil – Foto: Jennifer Glass – Fotos do Ofício – Divulgação Oficina – Blog do Arcanjo – UOL

Zé Celso devora Xuxa e mata o mito em Roda Viva 50 anos depois

Siga Miguel Arcanjo Prado 

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Arcanjo