Topo
Miguel Arcanjo

Miguel Arcanjo

Categorias

Histórico

Crítica: Meu Discurso mostra que o diferente não precisa ser nosso inimigo

Miguel Arcanjo Prado

19/10/2019 15h18

A croata  Vesna Mačković e o brasileiro Robson Catalunha no espetáculo "Meu Discurso" – Foto: Hrvoje Zalukar/Divulgação – Coluna @miguel.arcanjo UOL

É muito bom saber que, mesmo sem qualquer tipo de subsídio do governo brasileiro, nossos artistas têm garra para conseguir extrapolar fronteiras e criar potentes pontes pelo mundo.

É o que fez o ator e performer brasileiro Robson Catalunha ao se unir à atriz e performer croata Vesna Mačković, após se conhecerem no The Watermill Center, de Bob Wilson, em Nova York, para criarem juntos o espetáculo Meu Discurso.

A obra teve disputada estreia brasileira nesta sexta (18) no Espaço dos Satyros da praça Roosevelt, em São Paulo, onde faz a segunda e última apresentação neste sábado (19), às 19h, com contribuição espontânea do público.

A montagem teve estreia mundial em Zagreb, na Croácia, no começo do mês. Foi lá que ela foi concebida e, ao contrário do descaso atual de nosso governo com nossos artistas, recebeu apoio do Ministério da Cultura da Croácia e do Museu de Arte Contemporânea de Zagreb. Por aqui, a obra teve apoio da Cia. de Teatro Os Satyros, que Catalunha integra há dez anos.

Vesna Mačković e Robson Catalunha estão no espetáculo internacional Meu Discurso, parceria entre a croata e o brasileiro – Foto: Hrvoje Zalukar/Divulgação – Coluna @miguel.arcanjo UOL

Com uma concepção pós-dramática feita a quatro mãos pelos dois performers, a montagem também traz dobradinha internacional na iluminação, com luz futurista de Andrew Santro na Croácia e Tiago Capella Zanota em São Paulo, onde ainda ganhou apoio à produção de Gustavo Ferreira, Sabrina Denobile, Laysa Alencar e Hugo Leão.

Além da iluminação, outro destaque da peça são os vídeos gravados em frente à Casa Branca, em Washington, e a música original — que reverbera, fria, no corpo dos espectadores —, todos sob cuidados de Vesna.

O grande recado é a dificuldade do bicho homem em se comunicar com quem lhe é diferente, preferindo fazer julgamentos baseados em preconceitos que só empurram o mundo, cada vez mais, para esta horrível maré de ódio.

E tais discursos condenáveis surgem em cena na boca de gente (horrível) com grande poder político aqui e lá fora, o que provoca convulsões nos artistas, cujos corpos parecem estar cansados de tanta violência e falta de paz.

O recado que "Meu Discurso" nos deixa é um só: o diferente não precisa ser nosso inimigo.

É preciso tentarmos, por mais difícil que seja, retomar aquela pureza de olhar para o outro distante de nós mesmos como alguém com quem o diálogo seja possível, criando a possibilidade para convivência da diversidade; e não enxergarmos no outro distinto de nós um ser a ser exterminado.

Um recado como esse no mundo contemporâneo é fundamental, se quisermos, iguais ou diferentes, sobreviver.

Meu Discurso
Crítica por Miguel Arcanjo Prado
Avaliação: Muito Bom ✪✪✪✪
Espaço dos Satyros (praça Franklin Roosevelt, 214, São Paulo, tel. 11 3258-6345). Sábado (19), às 19h (última apresentação). Pague quanto achar que vale. 45 min. 14 anos.

Siga @miguel.arcanjo

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo