Topo
Miguel Arcanjo

Miguel Arcanjo

Categorias

Histórico

O Retrato do Bob: Bia Nogueira, dona de fôlego artístico sem fim

Miguel Arcanjo Prado

20/11/2019 17h22

A multiartista Bia Nogueira em retrato de Bob Sousa 2019 – Foto: Bob Sousa @bobsousa – Coluna @miguel.arcanjo UOL

Quando o assunto é Consciência Negra, a multiartista Bia Nogueira é referência em Minas Gerais. Foi ela quem criou o projeto Imune – Instante da Música Negra, com mostra de mesmo nome que já contou com participação de Luedji Luna e Chico César e que teve novas edições aprovadas no edital Natura Musical. Atriz, cantora, diretora, compositora e produtora, após lançar em 2018 seu primeiro disco, Diversa, está em fase de produção do EP "Eletronika" para 2020, com participação de Barulhista. A artista teve um 2019 movimentado, com participações marcantes na Virada Cultural de BH, no Sarau Minas Tênis Clube e na abertura do TUM Sound Festival em Florianópolis, além de assinar a direção musical e atuar na temporada paulistana do espetáculo Madame Satã, do Grupo dos Dez. Agora, participa com Djonga e Rodrigo Jerônimo da performance In Maison, até 24 de novembro, na exposição de Maloka, na capital paulista, onde posou para Bob Sousa com exclusividade para Miguel Arcanjo. Ela se prepara para participar da SIM São Paulo em dezembro e ainda cria para 2020 o espetáculo Para Todas as Mulheres, que celebra uma década de seu grupo teatral. Não bastasse tudo isso, Bia ainda encontra tempo para participar do Coletivo Mulheres Criando, que produz o Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras, e integrar a banda Yônica, focada no afrolatino. Fôlego, pelo jeito, essa mulher poderosa tem de sobra.

Nota do colunista: Durante este novembro, Mês da Consciência Negra, a coluna O Retrato do Bob retrata exclusivamente artistas negros contemporâneos.

Bob Sousa é fotógrafo, mestre em Artes pela UNESP, pesquisador, crítico e jurado de Artes Visuais da APCA. É autor do livro "Retratos do Teatro" (Ed. Unesp), no qual eternizou grandes nomes as artes cênicas. Desde 2012, retrata grandes nomes das Artes em O Retrato do Bob com exclusividade para Miguel Arcanjo. Produção: Daniela Hamazaki.

Siga @miguel.arcanjo

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo