PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Henrique Vieira estreia O Amor como Revolução sob aplausos de Lázaro e Taís

Miguel Arcanjo Prado

22/11/2019 13h15

Henrique Vieira na estreia da peça "O Amor como Revolução", em cartaz até 15 de dezembro no Teatro Carlos Gomes, no Rio – Foto: Annelize Tozetto @annelizefotografia – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Respeitado por intelectuais e artistas por ter um discurso realmente condizente com as reais palavras de Cristo nos Evangelhos, o pastor Henrique Vieira estreou no Rio, no Teatro Carlos Gomes, a peça "O Amor como Revolução", na qual atua e assina o texto. A direção é de Rodrigo França, nome que vem ganhando cada vez mais destaque na cena teatral carioca e que produz a peça com Vieira e Lázaro Ramos. A montagem ainda tem participações especiais de Miguel Ângelo, Luanda Maia e Duo Pretas – Ana Lia e Sulamita Lage. A curta temporada vai até 15 de dezembro com preço popular de R$ 20 e R$ 40. Na estreia, os 677 lugares da plateia estavam lotados. O Blog do Miguel Arcanjo mostra quem aplaudiu a estreia.

Lázaro Ramos (coprodutor), o ator Henrique Vieira e o diretor Rodrigo França na estreia do monólogo O Amor Como Revolução, no Teatro Municipal Carlos Gomes, no Rio – Foto: Roberto Filho/BrazilNews – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Marcos Veras cumprimenta o ator Henrique Vieira na estreia do monólogo O Amor Como Revolução, no Teatro Municipal Carlos Gomes, no Rio – Foto: Roberto Filho/BrazilNews – Blog do @miguel.arcanjo UOL

A atriz Mariana Xavier prestigiou a estreia de O Amor Como Revolução, de Henrique Vieira, no Teatro Municipal Carlos Gomes, no Rio – Foto: Roberto Filho/BrazilNews – Blog do @miguel.arcanjo UOL

O coprodutor Lázaro Ramos foi com a mulher, a atriz Taís Araújo, à estreia de O Amor Como Revolução, de Henrique Vieira, no Teatro Municipal Carlos Gomes, no Rio – Foto: Roberto Filho/BrazilNews – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Lázaro Ramos abraça o conterrâneo Luís Miranda prestigiou a estreia de O Amor Como Revolução, de Henrique Vieira, no Teatro Municipal Carlos Gomes, no Rio – Foto: Roberto Filho/BrazilNews – Blog do @miguel.arcanjo UOL

O ator e pastor Henrique Vieira na estreia de O Amor como Revolução – Foto: Annelize Tozetto @annelizefotografia – Blog do @miguel.arcanjo UOL

O ator e pastor Henrique Vieira na estreia de O Amor como Revolução – Foto: Annelize Tozetto @annelizefotografia – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Siga @miguel.arcanjo

 

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo