Topo
Miguel Arcanjo

Miguel Arcanjo

Categorias

Histórico

Com história do HIV no Brasil, Carta para Além dos Muros chega à Netflix

Miguel Arcanjo Prado

01/12/2019 10h34

Cazuza (1958-1990): músico foi exemplo de coragem ao enfrentar a aids publicamente em tempos de muito preconceito – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Neste domingo (1º), Dia Mundial de Luta contra a Aids e que abre o Dezembro Vermelho, para maior conscientização sobre a doença, chega à Netflix o filme "Carta para Além dos Muros", de André Canto — o título é inspirado em Caio Fernando Abreu. Com fôlego de grande reportagem, o longa abarca mais de três décadas ao mostrar como a doença foi e é percebida e tratada na sociedade brasileira.

"É minha primeira direção. Normalmente, os diretores começam por curtas, eu já saí logo fazendo um longa. Sou muito privilegiado por ter tido a oportunidade de fazer esse documentário, de lançá-lo nos cinemas e agora de poder tê-lo na Netflix", celebra André Canto em conversa exclusiva com o Blog do Miguel Arcanjo.

"O que me deixa mais feliz, e na verdade o que deve importar, é a oportunidade de expor um tema tabu na maior plataforma de streaming do mundo. Não falamos sobre Hiv e Aids, o preconceito e a discriminação, apesar dos avanços da ciência, ainda são muito presentes na nossa sociedade, assim como a epidemia e suas consequências", lembra o cineasta.

O cineasta André Canto: diretor de Carta para Além dos Muros, filme que chega à Netflix – Foto: Divulgação/Unaids – Blog do @miguel.arcanjo UOL

A produção mostra desde o pânico, acrescido de fortes estigmas e preconceitos em seu surgimento, até a situação das pessoas que vivem com o HIV nos dias atuais.

O documentário ainda conta com depoimentos do médico Drázio Varella, dos ex-ministros de saúde José Serra e José Gomes Temporão, da mãe de Cazuza, Lucinha Araújo, além dos médicos Ricardo Tapajós, Rosana Del Bianco e Valéria Petri, que identificou o primeiro caso de Aids no Brasil. O filme ainda pode ser visto no Now, Oi Play e Vivo Play.

Mais que necessário.

Veja "Carta para Além dos Muros" na Netflix

Siga @miguel.arcanjo

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo