PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Baile do Menino Deus tem xamã, orixá e rei ibérico em auto de Natal

Miguel Arcanjo Prado

16/12/2019 12h00

Baile do Menino Deus: há 16 anos apresentações grátis no Marco Zero em Recife com a cara do Brasil – Foto: Hans Manteufell – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Imaginem um auto de Natal em que os Reis Magos são substituídos por um xamã indígena, um orixá africano e um rei ibérico. Sim, na cena do nascimento desse espetáculo pernambucano, os povos formadores do Brasil se representam com sua cultura e ritmos: maracatu, perré e marcha de bloco. Depois de 36 anos de montagens pelo Brasil afora e de ser encenado por 16 anos na Praça do Marco Zero, no Recife, o espetáculo Baile do Menino Deus demonstra estar antenado com seu tempo. Fiel à tradição mestiça do povo nordestino, músicos da nação Xambá, de um quilombo urbano, tocam ilús, e bailarinos índios batem os arcos e flechas. A festa acontece no Marco Zero de Recife, 23, 24 e 25 de dezembro de 2019, sempre às 20h, com entrada gratuita. A previsão é de atrair mais de 70 mil pessoas que vão aplaudir o espetáculo dirigido por Ronaldo Correia de Brito e produzido por Carla Valença, da Relicário Produções.

Siga @miguel.arcanjo

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo