PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Aniversário de São Paulo tem 300 atrações grátis no sábado 25/1

Miguel Arcanjo Prado

09/01/2020 13h11

Ney Matogrosso canta no aniversário de São Paulo, em 25 de janeiro: programação gratuita tem 300 atrações – Foto: Claudio Augusto/Brazil News – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Os 466 anos da cidade de São Paulo serão celebrados com 300 atrações gratuitas em 150 pontos das cinco regiões da cidade no dia 25 de janeiro, um sábado, informou a Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Cultura. As atividades englobam shows, cinema, dança, teatro e circo. O Blog do Arcanjo adianta as principais atrações para você curtir:

Elba Ramalho participa do Grande Cortejo Modernista, que sai do Pátio do Colégio às 14h – Foto: Jonatas Marques/Divulgação – Blog do Arcanjo/UOL

Grande Cortejo Modernista
Espetáculo itinerante a céu aberto artistas como Elba Ramalho com Bixiga 70, Karol Conka, Rashid, Ney Matogrosso, Skank, Demônios da Garoa e a bateria da Vai-Vai. Para dar vida a personagens históricos, foram convidados atores como Pascoal da Conceição, interpretando o escritor Mário de Andrade. A Orquestra Sinfônica Municipal, o Coro Lírico, o Balé da Cidade de São Paulo e o Coral Indígena Guarani Amba Vera também integram a apresentação. A abertura será no Pátio do Colégio, às 14h, e o itinerário inclui o Largo São Bento, Rua Líbero Badaró, Avenida São João, Viaduto do Chá, Praça Ramos de Azevedo – onde fica o Theatro Municipal de São Paulo -, Largo do Paiçandu, esquina das Avenidas Ipiranga e São João e Praça da República. Dessa forma, o público é convidado a percorrer pontos históricos e lugares de memória que se relacionam com a cultura brasileira em todas as suas formas.

Emicida na ZL
Entre as atividades descentralizadas, que acontecem nas cinco regiões da cidade, está o show de Emicida, no Palco Praça Brasil, na zona leste. Depois de duas apresentações que lotaram o Theatro Municipal de São Paulo, no ano passado, para a gravação do DVD "AmarElo", o cantor retorna para uma apresentação ao ar livre durante o aniversário de São Paulo. O espetáculo foi o vencedor da categoria melhor show do prêmio APCA 2019. O rapper concebeu este trabalho "como quem manda cartas de amor". No repertório, a faixa-título "Eminência Parda", entre outras canções, além de músicas que marcam seus dez anos de carreira.

Forró na Freguesia
Na Freguesia do Ó, zona norte, o tradicional grupo de forró paulistano Falamansa apresenta-se às 19h com diversos sucessos que marcaram o início dos anos 2000, entre eles, "Rindo à Toa" e "Xote da Alegria". O grupo faz ainda versões de canções conhecidas nas vozes de Luiz Gonzaga e Alceu Valença. Na sequência, sobe ao palco o grupo de forró Rastapé. Com 20 anos de carreira, a banda Rastapé, o grupo lançou recentemente as canções "Contando as Horas" e a regravação de "Vou te Levar", música do rapper Fábio Brazza e Vulto.

Nova geração no CCJ
Outro espaço que recebe programação neste dia é o Centro Cultural da Juventude. Um grande encontro de talentos da nova geração do rap com Drik Barbosa, Kamau e Rashid. A carreira da MC, que participou, em 2015, da música "Mandume" de Emicida, começou na Batalha do Santa Cruz, na qual desenvolveu suas habilidades no freestyle, método baseado na improvisação. Da mesma fonte, vieram também Rashid, Projota e o próprio Emicida.

Sambarock no Butantã
No Butantã, zona oeste, a programação se inicia às 14h com o grupo Samba Rock Santo Amaro formado por alunos de uma oficina realizada na própria Casa de Cultura. Na sequência, às 15h20, o grupo "Eu soul sambarock" relembra os bailes das periferias de São Paulo desde a década de 1960. Às 16h, a banda Sandália de Prata apresenta seu novo disco, "Maloqueiro e Elegante". O encerramento fica com a cantora Paula Lima, às 18h. Com foco no samba-rock, o repertório traz canções como "Mil estrelas" e "Meu guarda-chuva".

Jeneci na Lapa
No Centro Cultural Tendal da Lapa, às 19h, o cantor Marcelo Jeneci apresenta seu novo disco, "Guaia", voltando às origens ao homenagear o bairro em que cresceu, Guaianazes. Para apresentar o terceiro álbum, Marcelo Jeneci (voz, sanfona e teclados) sobe no palco acompanhado por Rafa Cunha (bateria e samplers). No repertório, seus maiores sucessos e as novas canções "Aí Sim", "Oxente" e "Redenção", entre outras.

Samba na zona sul
O samba dá o tom da programação do M'Boi Mirim, na zona sul. A partir das 18h, a programação começa com a Equipe Black Mad, grupo fundado por Mauricio Black Mad e que traz uma apresentação de dança e música em ritmos como soul music e funk. Na sequência, às 20h, será a vez de Rodriguinho, ex-vocalista do grupo Travessos, que apresenta a turnê "30 anos, 30 sucessos". Neste show, ele relembra canções que fizeram sucesso no grupo como "Tô te filmando (Sorria)" e "Quando a gente ama". Quem encerra as apresentações neste palco é o grupo de samba Art Popular, às 21h. Músicas como "Pimpolho" e "Fricote" estarão no repertório.

Funk no Grajaú
Para valorizar e descriminalizar este gênero musical, a Secretaria Municipal de Cultura realizou em dezembro de 2019, na zona leste, o Festival Funk da Hora. Agora, no dia do aniversário de São Paulo, dia 25 de janeiro, o projeto chega à zona sul. Entre os mais de 20 artistas convidados, apresenta-se, no Centro Cultural do Grajaú, o mineiro MC Lan, que lançou sucessos como "Sua Amiga Eu Vou Pegar" e "Open the Theca"; em Heliópolis, o paulistano MC Kekel, intérprete dos hits "Quer Andar de Meiota?", "Solteiro Nunca Está Só" e outros; e, em Paraisópolis", o carioca Nego do Borel, autor de "Me Solta" e "Você Partiu Meu Coração".

O colunista Miguel Arcanjo Prado está em férias até 27/01.

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo