PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Baile da Massa Real celebra aniversário de São Paulo ao som da Bahia

Miguel Arcanjo Prado

24/01/2020 16h05

Baile da Massa Real: ritmo baiano celebra o Aniversário de São Paulo – Foto: Alberto Tomaz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

As primeiras horas do Aniversário de São Paulo serão embaladas pelo furor da energia da Bahia. Afinal, os baianos sempre estiveram umbilicalmente ligados ao crescimento da grande metrópole, sendo fundamentais no desenvolvimento paulista. Fusionar o amor por São Paulo e pela Bahia, portanto, é a proposta nesta noite da festa Baile da Massa Real, criada pelo cantor Pietro Leal. Trata-se do melhor agito baiano-paulistano da atualidade na humilde opinião do Blog do Arcanjo. A celebração traz não só a banda com aquele batuque inigualável que remete aos das ladeiras do Pelô, como ainda tem como destaque o aroma do acarajé do chef baiano Dudu Borges frito na hora no azeite de dendê, obviamente. A iguaria afro é servida no pátio a quem desejar uma pausa para recobrar as energias da pista em constante ebulição. Tudo acontece no Fabrique Club (r. Barra Funda, 1071), na Barra Funda. Ah, a casa abre exatamente à meia-noite, na virada desta sexta (24) para sábado (25), com som prévio do DJ Hélindo. Os ingressos variam de R$ 30 a R$ 50 e podem ser comprados de forma antecipada ou na porta. Pelo jeito, o aniversário de Sampa já começa abençoado pelos filhos da cidade na qual todo mundo é d'Oxum, como compuseram Gerônimo e Vevé Calazans, canção que, aliás, faz parte do repertório da festa soteropolitana, ou melhor, paulistaníssima, que terá em fevereiro o Bloco da Massa Real no Carnaval de São Paulo, homenageando os 35 anos do axé music e os 70 anos do trio elétrico. Vai perder?

>>> Siga @miguel.arcanjo

Ator baiano radicado em SP, Beto Mettig é habitué da festa Baile da Massa Real – Foto: Alberto Tomaz – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo