PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Bloco da Mamma estreia no Carnaval de SP com folia da diversidade

Miguel Arcanjo Prado

10/02/2020 14h57

Bloco da Mamma estreia na folia paulistana e se concentra às 11h do sábado 29/2 na av. Hélio Pellegrino 200, próximo ao Ibirapuera – Foto: Arte de Diego Ribeiro/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

O Bloco da Mamma é a novidade no Carnaval de São Paulo 2020. Idealizado por artistas conhecidos da praça Roosevelt, no centro da cidade, ele "nasce multifacetado" em sua missão de "resgatar as mamas italianas, homenagear as mães da diversidade e as figuras drags".

O desfile, coloridíssimo, já foi agendado para o sábado de pós-Carnaval, dia 29 de fevereiro. Será na av. Hélio Pellegrino, 200, na esquina com rua Diogo Jacome, na região do parque Ibirapuera, com concentração a partir das 11h e dispersão às 16h.

"Queremos irradiar o amor em tempos de ódio", prometem os fundadores. São eles os atores Alessandra Nassi, Diego Ribeiro e Gustavo Ferreira, o músico e DJ Marcelo Nassi e o empresário Marinho Masi.

"Queremos unir todas, todos e todes", dizem, adeptos ao linguajar inclusivo a todos os gêneros possíveis. O carro de som tocará desde o pop, o axé e o funk até hits dançantes da MPB. Nele, "serão coroados reis, rainhas, princesas, príncipes, madrinhas e padrinhos, que representarão, através da relevância de sua história, os valores prezados no Bloco da Mamma", avisam os idealizadores.

O Bloco recebe apoio da Cia de Teatro Os Satyros, dirigida por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez; e da Translúdica, loja colaborativa feita somente por corpos trans, projeto encabeçado por Guttervil e Fernanda Kawani. Musa do Acadêmicos do Baixo Augusta, a diva Márcia Dailyn prestigiará a estreia.

A turma do Bloco da Mamma ainda tem como parceiro CTAP – Casa Transitória de Apoio ao Paciente Vera Lucia Felizardo, que dá tratamento a pacientes que tratam o câncer na capital paulista. "Vamos arrecadar alimentos e fundos para a casa", afirmam.

Com um time desse à frente, a previsão é um desfile de glória e purpurina. "Estamos empolgadíssimos. Queremos distribuir muito amor e muita alegria, festejar a diversidade e juntar todas as tribos em um agito inesquecível", resume o produtor artístico Gustavo Ferreira.

Bloco da Mamma
Quando: 29/2, sábado pós-Carnaval; concentração às 11h e dispersão às 16h
Onde: Av. Hélio Pellegrino, 200 (esquina com a Rua Diogo Jacome) – Vila Nova Conceição, São Paulo
Quanto: grátis

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bloco da Mamma (@blocodamamma) em

Sobre o autor

Eleito três vezes um dos dez melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se, Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP (Celacc-ECA) e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Mineiro de Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. Passou por TV Globo Minas, O Pasquim 21, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa, Curso Abril de Jornalismo, Superinteressante, Contigo!, Folha de S.Paulo, Agora, Uma, R7, Record, Record News, Rede TV!, Claudia, Band, Gazeta e Rede Brasil. É jurado dos prêmios APCA, do Humor, Bibi Ferreira, Sesc Melhores Filmes e Risadaria. Ganhou os prêmios Nelson Rodrigues, Inspiração do Amanhã e Referência Nacional pela Ancec. Como dramaturgo, é autor da peça Entrevista com Phedra.

Sobre a coluna

Miguel Arcanjo mostra o que acontece e quem é destaque nos palcos, telas, salas e sociedade, com informações e entrevistas exclusivas, além de reflexões sobre o mundo da Cultura e do Entretenimento.

Blog do Arcanjo